menos-net

Texto de apresentação do espectáculo por João Gesta,

Programador das Quintas de Leitura do Teatro do Campo Alegre.

Pedro Tochas nas Quintas de Leitura

Pedro Tochas vai apresentar-se no ciclo Quintas de Leitura do Teatro do Campo Alegre (TCA) pela 9ª vez. Para trás ficam espectáculos de grande sucesso como «Work in progress» (2004), «Work in progress – ensaio geral» (2004), «Maiores de 18» (2005), «Maiores de 18» (2006), «Na ponta da língua» (2006), «Versão 1.1» (2007), «O palhaço escultor» (2007) e «Já tenho idade para ter juízo» (2007), que trouxeram ao TCA e a este ciclo milhares de espectadores, em sessões sempre esgotadas.

A receita do sucesso de Pedro Tochas é simples:

O comediante, dono de um invulgar poder de improvisação e de um notável sentido de observação, serve-se da realidade quotidiana que o rodeia, apanha-a no ar, e, no momento seguinte, amplia-a, transforma-a, remistura-a, servindo-a, mais à frente, em apetecíveis doses individuais, bem ao gosto dos seus indefectíveis seguidores.

Cria-se, assim, uma empatia, um nó indestrutível, um casamento para toda a vida, entre Tochas e o seu público. Tochas surge aos olhos do público como o «chefe iluminado» que diz coisas incómodas, que ousa desafiar os poderosos, que ridiculariza o «politicamente correcto».

Tochas sabe e pode dizer NÃO ao sistema, servindo-se da sua mais eficaz arma: o humor. Tochas aparece aos olhos do espectador como um ser simples, mas implacável, uma espécie de justiceiro por conta própria – Deus perdoa, Tochas não. Cada passo em falso do espírito do espectador, encontrará o humor de Tochas pela frente.

«Este tem menos graça» – o novo desafio

Avancemos.

A equipa das Quintas de Leitura do TCA gosta de desafios. E lançou a Pedro Tochas o mais difícil de todos: pegar nas piadas e situações que foram recusadas, rejeitadas, enjeitadas e repudiadas em espectáculos anteriores – vá-se lá saber porquê – e apresentá-las num espectáculo sob o título «Este tem menos graça», um exercício original, libertador, expiatório mesmo, que nos emocione, que nos emulsione e, sobretudo, que nos faça rir perdidamente.

Será possível encher uma sala para ouvir as estórias mais banais e comezinhas de Tochas?

Conseguirá o comediante dar a volta, com graça, a toda esta desgraça?

Queremos que seja você a lançar-nos a primeira pedra.

Com um sorriso ao canto da noite, o TCA espera-vos nos dias 13, 14 e 15 de Fevereiro, às 22h00, para dizerem de vossa justiça.

Estreia absoluta no TCA de um espectáculo pensado e construído de raiz para este ciclo poético. Venha rir inteligentemente. E deixamo-vos com uma promessa solene: se não gostar, prometemos que não lhe devolveremos o dinheiro. É bem feita.

João Gesta,

Programador das Quintas de Leitura do Teatro do Campo Alegre.

Porto, 17 de Dezembro de 2007